segunda-feira, 2 de maio de 2011

O dia da Lele


Hoje eh aniversario da Lele,minha amadinha fez 16 anos,levo sustos cada vez que penso nisso,perai 16 anos ja???Mas foi com essa idade que eu cheguei aqui no Japao,cheia de medos e cheia de sonhos.E hoje,ela tem a mesma idade,com seus medos e seus sonhos,tao confiante em si e tao insegura para pensar no futuro,linda,simpatica,geniosa,ansiosa,Lele eh igualzinha  a mim,personalidade dificil e inconstante,mas boa,uma jovem menininha fofa que quer tudo e espera o melhor do futuro,tudo,tudo,tudo
Eu nao queria ser mae quando fiquei gravida,confesso que balancei bastante e quase mesmo parei a gravidez,nao sei exatamente o motivo mas nao fiz,passei meses enjoada,mal humorada,chata,comendo horrores,era tudo muito novo pra mim e realmente eu nao sabia exatamente oque estava acontecendo,oque era ser mae,eu sempre tive a minha mae comigo e isso me fazia em partes ser mais egoista,sabia no fundo que minha familia me ajudaria e de certa forma poderia estar tranquila.Lele foi a primeira neta,a primeira sobrinha,mimadissima e esperada demais.Quando eu imaginava ela,eu ja imaginava uma menina em primeiro lugar,imaginava que ela fosse ter carinha de Lais(sim era esse nome que eu pensei para ela)que fosse como a Branca de Neve,branquinha e cabelos pretos,com as pontas cacheadas,olhinhos redondos com um levinho puxadinho oriental,e foi,quando ela nasceu e a enfermeira veio colocar ela em meu peito eu logo comprovei que era igualzinha exatamente como eu imaginei,tinha um cheirinho que eu nunca tinha sentido na vida,amei,mas ela nao quis nem olhar pro meu peito,rss,desde que veio ao mundo foi assim como eh hoje,quietinha e preguicosa,ela era  a unica do bercario que nao mamava no peito quando as maes acordavam na madrugada e se ajuntavam cada uma com seu bebe para amamentar,ta certo que as vezes eu dormia mais que podia e ela ficava sozinha esperando mamae chegar enqto todas as outras amiguinhas ja estavam devorando o peito da sua respectiva mae,mas isso eh de menos,nao influenciou(ou sim),o fato eh que Lele nunca gostou de mamar no meu peito e eu achei bom,dei ate 4 meses leite tirado com maquininhas de succao.
Eu dei tudo oque eu achava necessario para ela,minha mae e minhas irmas tbem,eu sempre sai com ela para comermos fora,para passear e comprar roupas,minha familia tbem,Lele nao teve a mesma educacao e atencao que eu dou hoje pra Lala,mas ela sabe que a epoca era outra,minha vida era diferente,nao era casada e precisava trabalhar muito para nos sustentar.
Isso fez com que Lele hoje seja mais distante em questao de pele comigo,ou se mostra ser,eu beijo ela todas as noites e arrumo seu cabelo,adoro sentir o cheiro dela,mas ela raramente vem para me beijar,apesar de gostar de andar de bracos dados quando passeamos juntas,mas eu sei  que ela me ama tanto qto eu a ela.
Eu tenho uma preocupacao infinitamente maior com ela,em comparacao a minha pequena por exemplo,Lele nao pode fazer metade das cosias que as meninas da idade dela fazem,eu proibo e educo ela radicalmente,nao quero jamais que ela tenha um filho antes de se casar com foi comigo,e nao sei mesmo se  estou exagerando em minhas atitudes,mas enfim,eh meu jeito mae de ser,e estou feliz,pq smepre vejo que ela eh muito boa e eduacada,apesar de sofrer as vezes e desaprovar muitos dos meus "mandamentos"ela respeita e obedece sempre.Eu tenho um orgulho do tamanho do mundo com relacao a isso,adooooro saber que ela memso querendo as vezes nao faz pensando em nao me desobedecer.
E ela eh feliz,sei,eu muitissimo mais,eu amo a Lele como nunca jamais imaginei,eu penso nela em todos os momentos de minha vida,quero estar com ela pra sempre,tenho pavor de imaginar ela se casando e indo morar longe de mim.Nao consigo ainda aceitar que ela poderia ter um namorado,me da arrepios de imaginar um garoto bonitinho andando de maos dadas com ela,medo de ela sofrer e chorar,eu jamais quero que minha filha chore,eu nao quero,nao importa oque seja,eu nao quero ver ela chorar,entao eu estou sempre pensando 24 horas por dia em como fazer ela feliz.
Sou sim uma mae sufocante e gosto de ser assim,eu faco minha casa ser a mais aconchegante possivel para ela querer estar aqui,para ela ter prazer em estar aqui,e assim estar perto de mim.
Por fim,eu tenho conciencia de que Deus sempre esta comigo e que ela eh a maior prova disso,a Lele eh a filha perfeita para mim,eu sou louca por ela.
Minha filha,eu espero que voce esteja sempre feliz,eu nao quero que vc mude em nada,eu quero continuar ter saude para te ver,para estar com voce,para te beijar muito e te proteger do que for necessario,quero que voce consiga tudo oque desejar e que nunca deixe de ser minha filha amadinha.
Meu orgulho,minha perfeita,te amo,nao consigo ser sem vc,te amo,te amo!!!!!Parabens!





13 comentários:

Georgia disse...

Melissa, parabéns pela sua filha linda!!! Os filhos são tudo na nossa vida!! A minha mais velha fez 18 e a caçula vai fazer 10, vamos que vamos!!!

Bjus!!
Que cabelo maravilhoso a sua filha tem heim!

Debys disse...

Que lindo seus post Mel amei, hj estava na mesa almocando com minha galerinha YYY, e ai falei hj é 1 de maio, falta 7 dias para o Niver do Yago, nossa acredita q fikei em choque kkkk, ele tbm fara 16 anos, nossa o tempo voa, mas somos abencoadas por filhos maravilhosos, bjos, Mel e parabens a filha é linda!!!
Debys!!

Andrezaaamir disse...

Parabéns pra tua filha e que Deus a abençoe grandemente.

A Lele é linda menina! Mulher com personalidade forte é tudo de bom pq ninguém merece mulher sem personalidade, tipo maria vai com as outras =)

bjiimm e fiquem com Deus

Jules disse...

Lindas lindas lindas!
Já desejei feliz aniversário, agora a mensagem é pra vc Mel, você vale ouro e é uma pessoa incrível!
Te amo do fundo do coração! E vc até me fez ficar com muita saudade da minha mãe... ai ai
Adoro vcs e lhes desejo muita felicidade! <3

Gigi disse...

Ola Mel ,parabens !!!

Linda a homenagem que voce fez para a sua filha.

Olha Mel ,voce citando que tem pavor de ver a sua filha namorando de maos dadas com um menino
lembrei do meu filho que com exatamente essa idade foi morar com a namorada ,fiquei inconformada chorei muiiiitttoooo,mas nao teve jeito ,o pior e que ainda ontem era apenas um garotinho !!!!
Agora ainda bem que voce teve duas meninas ,pois acho que as meninas sao sempre mais carinhosas e sempre vao preferir ficar perto dos pais .
Falo por experiencia propria .La na minha casa somos em 6 sendo que 5 homens e apenas eu de mulher e todos os finais de ano ,adivinha ???os meus irmaos iam com as esposas para a casa das sogras ,e apenas eu e meu marido passavamos o natal e oa no novo com meus pais .E e sempre assim a tendencia e sempre a mulher levar o marido para o lado da familia.

bjs e felicidades!!!

kurati disse...

Oh my ela é tão linda,e tão parecida com vc....Acredito na sua forma de educar,e tenho certeza que ela numca vai acabar namorando um traste...

Mel disse...

Lele nunca vai namorar Kurati kkkkkk,nem traste nem boa gente,aiiii,eu sou muito doida pra esse assunto.

Gigi,nem me fale em filhos saindo de casa,eu nao deixo rsss,eu sempre falo pra elas construirem a casa delas no meu quintal,affff,elas me olham com aquela cara de ohhhhhhh,que mae louca!!

Jules minha amiga mais amada,obrigada,vc foi a unica que me mandou mail no dia dela,amei viu,nem sabia que vc sabia do niver da Lele rsss,fiquei mega feliz,te amoooooooo tbem!!

Debys,vc viu o bolo maravilhoso que a Jack fez?heranca sua ne,ai amiga,como o tempo passa rapido,nossos bebes estao ficando grandes demais.

Georgia,como assim filho de 18 anos???Vc parece que tem essa idade rssss.O cabelo da Lele eh lindo mesmo,eu nao deixo ela cortar,por mim ela seria uma Rapunzel,com aquele cabelao lindao presa no quarto dela vigiada por mim.

Andreza obrigada querida,eu tenho sorte de ter uma filha cheia de personalidade aqui,eh uma briga diaria mas eu adooooro o jeito dela ser.

Beta Matsuoka disse...

Parabéns, Lele! Que moça bonita vc criou, Mel! Que inveja desse cabelo! Lindo!

Não tenho filhos (e nem sei se quero tê-los um dia, não levo o menor jeito pra isso, gosto de bichos!), mas essa homenagem sua me emocionou demais, Mel. Lembrei da minha mãe. Ela tbm sempre foi muito "rígida", de não deixar sair sozinha e coisas do tipo. Sempre fui mimada. Mas apesar disso, comecei a namorar com 15 anos o meu atual marido, e hoje tenho 23 (cuidado hein, Mel... uahuahauahha). Meu pai sempre foi mais liberal, nunca encanou com nada, mas quando comecei com essa história de vir pro Japão, conheci a verdadeira face dele. Começou a ser muito mais carinhoso e emotivo comigo. Ele não aceita até hoje, sempre me manda voltar, faz um melodrama quando falo com ele. Pai e mãe é tudo igual mesmo! Sinto falta deles, os amo demais, mas não suportava viver sob o mesmo teto, sempre quis ser independente, ter meu próprio espaço, minhas próprias coisas.

Mas, calma, alguns filhos não abandonam nunca o ninho (pra desespero de alguns pais). Vai que a Lele resolve ficar contigo pra sempre!? Ainda é mto cedo pra saber! :D

Um abraço, Mel! Adoro suas postagens!

andreia inoue disse...

ola mel,
achei lindo esse post,a historia do seu amor pelas filhas eh linda,e mae eh assim mesmo,toda boa mae eh pegajosa e quer as filhas para sempre do seu lado,hahah...
tenho certeza que ela eh super boa gente e que vc so tera grandes alegrias,
e feliz niver para sua filhota,tudo de bom para ela,para vcs,beijao.

Georgia disse...

Ai Mel brigada pelo convite, brigada mesmo. Vai ser muito, muito bom conhecer vc e sua família, vou ficar muito feliz. Vou aprender rapidinho como chegar a Hamamatsu pq já sei que aí é lindo tbm né?
E claro que vc vem a Nagoya nos conhecer também, ai fico tão empolgada com tudo isso, tô tão feliz, vc não tem noção!!!

Bjus e até julho!!!
Brigada de novo por ser assim tão legal comigo ^^/

Georgia disse...

Esqueci de te falar uma coisa, a minha professora de japonês morou 18 anos aí em Hamamatsu, ela voltou pro Brasil no ano passado. Será que vc conhece ela? Quando coloquei foto dela no blog o Alexandre do blog Lost in Japan reconheceu ela ^^/ O nome dela é Gisele Yumi, tem uma filhinha de 2 anos chamada Asahi.

Bjinhos!!

Girassol disse...

Pelo que li no seu blog, vc teve uma adolescência muito boa, aproveitou bastante, namorou bastante....acha justo privar sua filha de ter suas próprias experiências? Sei que td que faz é por amor, mas um dia ela pode se rebelar contra vc .... Acho o mundo de hj moderninho d+ realmente e meninas da idade dela fazem coisas q até Deus duvida, mas Vc a educa, lhe mostra o caminho certo e o errado, então deveria acreditar na educação que está dando à ela ...ela cresceria muito + confiante e feliz.

Mel disse...

Oi Girassol,prazer,mas nao sei quem eh vc rsss,se apresente.
Sabe,eu penso nisso que vc falou,eu sei que privar ela de certas coisas acaca as vezes meio que criando uma curiosidade maior e perigosa,mas eu faco muitas coisas legais pra ela tbem,Lele nao reclama nao,ela fica triste as vezes mas isso eh comum,tenho que impor limites,vejo muitos pais que ficam com medo de se tornarem ditadores ou serem desaprovados pela sociedade moderna e deixam seus filhos soltos no mundo,enfim,tudo eh experiencia,estou feliz com ela,acredito que dou uma boa educacao e ela nao precisa namorar muito como eu pra ser feliz,a felicidade esta em tudo,soh precisamos saber enxerga-la.